Pesquisar neste blogue

sábado, 25 de novembro de 2017

Porque preciso de um browser atualizado?

·         Segurança

Um novo browser protege-o melhor contra esquemas, vírus, trojans, phishing e outras ameaças. Repara falhas de segurança que o seu browser atual possa ter e protege a sua privacidade!

·         Velocidade

Qualquer nova geração de browsers melhora a velocidade e a facilidade de utilização.

·         Tecnologia e compatibilidade

Disfrute de web sites elaborados utilizando as tecnologias mais modernas com melhor legibilidade, 3D e vídeo.

·         Conforto & experiência mais rica


Com novas características, extensões e melhor possibilidade de personalização terá uma experiência web mais confortável. Os novos browsers mantêm-se automaticamente atualizados e protegidos.

imagem da internet

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Pesquisas orientadas na internet

Os alunos dos 4º anos realizaram pesquisas orientadas na internet. Para o efeito recorreram a guiões de pesquisa de forma a efetuarem uma busca mais direcionada para o tema a tratar.

terça-feira, 24 de outubro de 2017

A CONTRIBUIÇÃO DA INTERNET PARA UMA BOA EDUCAÇÃO

Uma das melhores formas de por os mais novos a estudar é juntar a aprendizagem à diversão. Na internet são vários os sites educativos que ajudam os mais novos a aprender.

A internet pode ter imensos perigos para as crianças, mas também pode ser um sítio onde elas podem aprender imensa coisa. O importante é estar atento e supervisionar as navegações dos mais pequenos.

Jogosdidáticos - É um site de jogos didáticos para miúdos com conteúdos educativos que ajudam a estimular diferentes facetas. Desde a sapo de letras, ao jogo da memória ou das diferenças, passando por puzzles e quebra cabeças, as possibilidades são imensas e os mais pequenos vão adorar a interatividade.
Sitio dos miúdos  Como o próprio nome indica, é um sítio para os mais pequenos explorarem. É um site lúdico, com conteúdos da Porto Editora, destinado a jovens em idade escolar. Neste site os mais novos podem jogar jogos, participar em passatempos, ver vídeos, descobrir curiosidades, entre muitas outras coisas.
O Mocho - Este site é um portal de ensino das ciências e da cultura científica, cujos temas centrais são a Física, a Matemática e a Química.  O objetivo é facilitar a pesquisa na internet sobre assuntos relacionados com estas temáticas e potenciar a internet nas escolas portuguesas. Possui ainda um conjunto de páginas com recursos educativos para áreas disciplinares distintas.
ReadCiências -  Para os mais crescidinhos, este é um site de recursos para o ensino, aprendizagem e divulgação das ciências. É uma página sobre ciências com interesse educacional, com um software para o ensino da Física, Química e Matemática.
ExplicaMat - Também para os mais crescidos, neste site encontram-se explicações para temas relacionados com a Matemática e matérias que estejam a dar nas aulas. Pode tornar-se um aliado do seu filho e ajudar a lidar com o "bicho" da Matemática.
Outros sites de interesse:

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Limpar cache e cookies (quando o navegador está lento)

Os cookies (arquivos criados pelos websites) e o cache do navegador (que ajuda a carregar as páginas mais rapidamente), facilitam sua navegação na Web.
A limpeza dos cookies e do cache do navegador exclui as configurações do website (como nomes de utilizadores e senhas). Alguns sites podem ficar mais lentos porque todas as imagens necessitam ser carregadas novamente.
No Google Chrome
1.      No computador, abra o Chrome.
2.      Na barra de ferramentas do navegador, clique em mais,  mais ferramentas,  limpar dados de navegação.
3.      Na caixa "Limpar dados de navegação", clique nas caixas de seleção Cookies e outros dados do site e imagens e arquivos armazenados em cache.
4.      Use o menu localizado na parte superior para selecionar o total de dados que precisa/deseja excluir. Escolha desde o começo para excluir tudo.
5.      Clique em limpar dados de navegação.
Android
1.      No smartphone ou tablet Android, abra o Chrome.
2.      Na barra de ferramentas do navegador, toque em Mais .
3.      Toque em histórico e depois em limpar dados de navegação.
4.      Em "Limpar dados de navegação", marque as caixas de seleção, Cookies e dados do site e imagens e arquivos armazenados em cache.
5.      Use o menu localizado na parte superior para selecionar o total de dados que você deseja excluir. Escolha desde o começo para excluir tudo.
6.      Toque em limpar dados de navegação.
Iphone e ipad
1.      No iPhone ou iPad, abra o Chrome.
2.      Na barra de ferramentas do navegador, toque em Mais .
3.      Toque em histórico e depois em limpar dados de navegação.
4.      Em "Limpar dados de navegação", marque as caixas de seleção Cookies e dados do site e imagens e arquivos armazenados em cache.
5.      Use o menu localizado na parte superior para selecionar o total de dados que você deseja excluir. Escolha desde o começo para excluir tudo.
6.      Toque em limpar dados de navegação.

Em outros navegadores:
·         Windows Internet Explorer
·         Mozilla Firefox
·         Apple Safari
·         Opera


quarta-feira, 28 de junho de 2017

sexta-feira, 26 de maio de 2017

3º desafio Seguranet

Desta vez, os alunos criaram bandas desenhadas baseadas num dos cartazes do "Pisca não arrisca". Este cartaz aborda conteúdos relacionados com as regras de pesquisa na internet, bem como o uso diversificado de fontes de informação credíveis.





sexta-feira, 19 de maio de 2017

Centenas de sistemas informáticos em Portugal com porta aberta para novos ataques – (importância das atualizações – continuação)

A ESET, empresa eslovaca especializada em cibersegurança, alerta para a existência de 348 servidores com fragilidades preocupantes em território português. Ao todo, são mais de 1100 as máquinas em risco de infeção.

Há mais de mil máquinas vulneráveis a ataques informáticos em Portugal. O alerta é dado pela ESET, esta quinta-feira, no seguimento do ataque com ransomware que afetou mais de 150 países no final da passada semana.
Em território nacional, a empresa especializada em cibersegurança conta 1100 máquinas com fragilidades preocupantes. Desta lista, 348 são servidores.
Mas "a quantidade de máquinas vulneráveis, aparentemente com menor significado no nosso país, representa números muito superiores se considerarmos que cada uma delas está ligada a uma rede interna onde existem diversos computadores que poderão ficar infetados na totalidade", escreve a tecnológica em comunicado, lembrando que o ataque com WannaCry caracterizava-se especialmente pela sua capacidade de contaminação em rede.
Mesmo offline, há um "número inquantificável" de sistemas vulneráveis que podem ser atacados com  phishing ou spear-phishing.
O ataque podia ter sido evitado com uma simples atualização de segurança que a Microsoft disponibilizou a 14 de março.
Ao que tudo indica, este worm propagava-se utilizando uma falha no desatualizado SMBv1, divulgada pelos ShadowBrokers no leak da NSA - o ETERNALBLUE. No entanto a porta de entrada poderá ter sido diferente dos populares ransomwares. Não seria necessário um clique num email malicioso. Basicamente, se houvesse uma má configuração do serviço de partilha de ficheiros e impressoras - SMB ou um Remote Desktop Connection aberto, o WannaCry tinha a porta aberta para se propagar.
A correção para a falha da Microsoft estava disponível desde Março - MS17-010 (uma das respostas mais rápidas de segurança vinda da empresa).
Verifique quais as medidas de proteção e aplique-as de forma rigorosa
1.       Não abra emails nem siga links suspeitos. Este é o principal modo de infeção do vírus
2.       Faça um backup regular do computador num disco externo. Deve fazer esse backup já se ainda não o tiver feito, e antes de se ligar a uma rede empresarial ou da organização.
3.       Mantenha o software atualizado e aplique as atualizações (updates) recomendados pelos fabricantes.
(imagem da internet)